Ir direto para menu de acessibilidade.
Acesse o canal do servidor
Início do conteúdo da página

Sistema Eletrônico de Informação - SEI!

Publicado: Terça, 26 de Setembro de 2017, 09h36 | Última atualização em Quarta, 07 de Fevereiro de 2018, 19h06

  ACESSO DESKTOP02ACESSO APP02

 

 

 

 

 

 

 

cadastro SEI 

Acesso externo 

 
SOBRE O SEI

O que é?

O SEI é um software de gestão administrativa com acesso em tempo real, desenvolvido pelo TRF da 4ª Região, e cedido sem ônus para o governo federal. No Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil, o sistema interliga todos os setores que trabalham com processos. Também permite a assinatura eletrônica.  Uma das vantagens, para ganho de tempo, é possibilitar a assinatura eletrônica em documentos, mesmo a distância, por exemplo, em viagens ou reuniões.

Quem pode utilizar o SEI?

Servidores, funcionários e colaboradores autorizados pelo setor podem utilizar o SEI como uma ferramenta de trabalho. Mas apenas os servidores - efetivos e/ou comissionados, como gestores, poderão efetivamente assinar a documentação eletronicamente.

Perfis de usuários

São disponibilizados os seguintes perfis de usuário:

Básico: destinado a criação, instrução e tramitação de processos; produção e assinatura de documentos;
Colaborador: destinado a criação, instrução e tramitação de processos e produção de documentos sem poder de assinatura;

 

end faq

 
SEI NO MINISTÉRIO

Implantação

A portaria que instituiu, oficialmente, o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) no Ministério dos Transportes foi publicada em 27 de agosto de 2015. A ferramenta foi apresentada aos servidores do órgão por meio de treinamentos realizados entre os meses de maio e julho daquele ano, integrando definitivamente na rotina do órgão, conferindo às atividades administrativas mais agilidade, economicidade, transparência e sustentabilidade.
O SEI foi concedido a partir do acordo de cooperação técnica para direito de uso do Sistema, entre o MTPA e o Tribunal Regional Federal da 4ª Região. No governo federal, o SEI já era utilizado nos ministérios das Comunicações, do Planejamento e da Justiça. A utilização do SEI foi responsável pela redução em mais de 60% do tempo de tramitação de processos, além de eliminar o uso de papel, gerando uma grande economia.

Atualização - SEI 3.0

A nova versão 3.0 da ferramenta já está disponível nas principais lojas virtuais, permitindo ao usuário assinar e tramitar eletronicamente documentos e processos por meio de dispositivos móveis, como celulares e tablets.


NOVIDADES - Com a inclusão do botão “Pesquisar no Processo” é possível que o usuário inicie uma ação de busca exclusiva entre os documentos incluídos no respectivo processo aberto. Para agilizar a localização por documentos no Sistema, as telas “Iniciar Processo” e “Incluir Documento”, agora, apresentam campo de digitação.


O SEI 3.0 também cria a possibilidade do usuário realizar pesquisas por meio de palavras ou números informando apenas um trecho desses dados. Para isso, basta complementar o número ou palavra com um asterisco (*), conforme o exemplo a seguir: a busca com o termo embar* irá localizar documentos que contenham as palavras “embargar”,“embargo”, “embargou”, “embargante” etc, ou a busca com o número 201.7* irá localizar documentos contendo “201.798.988-00”, “201.719.43”,“201.71” etc.


A partir de agora, durante a edição de um documento, o usuário poderá assiná-lo diretamente na área do editor de textos, como também, criar documentos circulares, que poderão ser enviados à lista de contatos cadastrada.


O servidor conta com o auxílio do corretor ortográfico disponível dentro do navegador. É só clicar na palavra sublinhada em vermelho com o botão direito do mouse ao mesmo tempo pressionando a tecla “Ctrl” no teclado.


Para garantir mais segurança, o Sistema poderá restringir a criação de determinados tipos de processos a unidades específicas. Isso evitará que documentos de competência exclusiva de uma área sejam gerados por outra. No caso de conteúdos com restrição de acesso, o usuário poderá conferir informações sobre a respectiva hipótese legal de restrição ao passar o mouse sobre o ícone com a chave, localizada ao lado do item restrito.


Com a atualização do SEI, o controle de processos passa a ter também uma série de opções para organização e classificação. Com isso, o usuário pode filtrar suas buscas conforme marcador utilizado, facilitando a localização e identificação visual de determinados tipos de documentos.

end faq

 

 

 

 

registrado em:
Fim do conteúdo da página