Ir direto para menu de acessibilidade.
Acesse o canal do servidor
Início do conteúdo da página
Valores

Ética e qualidade de vida

Publicado: Segunda, 31 de Outubro de 2016, 16h03 | Última atualização em Segunda, 08 de Maio de 2017, 16h42

A capacidade de atingir objetivos estratégicos nas instituições públicas estarão cada vez mais associadas à disposição de adotar e aperfeiçoar condutas caracterizadas pela seriedade, transparência e preservação da integridade. A instituição pública que investir tempo e esforços para o aprimoramento de sua integridade estará mais preparada para alcançar os resultados esperados pela sociedade e conquistará a satisfação e a motivação de seus profissionais.

É necessário, no entanto, reconhecer que todo aprimoramento requer uma postura receptiva ao processo de aprendizagem. Na realidade, é impossível dissociar a aprendizagem de qualquer experiência de vida. Diariamente estamos adquirindo algum conhecimento e consolidando valores morais.

Desde Aristóteles é dito que "o exercício da ética se traduz em um processo consciente de escolhas que fazemos diariamente entre vícios e virtudes, bem e mal, justo e injusto". Para a professora Marilena Chauí, ética é "a educação de nosso caráter, temperamento ou vontade pela razão, em busca de uma vida justa, bela e feliz, que estamos destinados por natureza". O exercício e o desenvolvimento da cultura ética nos predispõem, então, ao hábito e à firmeza
de atitudes fundamentadas na inteligência e na vontade de fazer o bem, contribuindo para a felicidade que todos almejamos alcançar.


São inúmeros os benefícios resultantes do aprimoramento da conduta ética e da integridade no ambiente profissional, tais como:
-Favorece a satisfação e a motivação individual, com a consequente melhoria da qualidade de vida da pessoa;
- Estabelece equilíbrio e harmonia entre os interesses individual e institucional;
- Possibilita a construção de uma cultura ética profissional e organizacional verdadeira e apropriada aos dias atuais;
-Fortalece as relações institucionais com todos os agentes que atuam, direta ou indiretamente, nas atividades desenvolvidas pela instituição;
-Melhora qualitativa e quantitativamente os resultados institucionais;
-Melhora a imagem e a credibilidade da instituição.

Seja um agente de mudança, promova a integridade e a conduta ética, mobilizando ações, enfrentando riscos e atentando-se aos aspectos externos e internos, positivos e negativos, aumentando, assim, a probabilidade de realização dos objetivos institucionais planejados com eficiência, economicidade e melhor qualidade de vida para todos.

Marta P. Silva,
Secretária-Executiva da Comissão de Ética do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil

Fim do conteúdo da página